Camaçarí / BA - 26 de Fevereiro de 2024
Publicado em 30/11/2023 16h10

Em um mês, Ceará registra mais de mil casos positivos de Covid-19

Imunização com dose bivalente está disponível em todos os postos de saúde durante a semana e em duas unidades aos sábados, domingos e feriados. Confira horários e endereços das unidades.
Por: G1

 

O Ceará teve 1.177 casos positivos de Covid-19 entre 25 de outubro e 25 de novembro. As informações foram apresentadas em um documento divulgado pela Secretaria da Saúde estadual nesta quarta-feira (29).

Durante o período, o estado teve um pico de 154 diagnósticos positivos de coronavírus no último dia 20 de novembro. No entanto, a curva dos casos tem mostrado crescimento quase constante no último mês.

A taxa de positivade dos testes feitos em laboratório também aumentou, saltando de 5,8% para 21,3% em menos de dez dias de novembro.

Com relação aos óbitos, o estado teve 77 mortos causadas pela Covid-19 em 2023, A maior parte foi em abril, e a última morte contabilizada foi no dia 8 de novembro.

Com o aumento de casos de Covid-19 no Ceará neste mês de novembro, completar o esquema vacinal é uma das recomendações da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) para prevenir o surgimento de novos casos. Em Fortaleza, a população pode encontrar a vacina contra a doença nos 118 postos de saúde. 

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), todas as unidades fazem a aplicação dos imunizantes durante a semana, entre os horários de 7h30 e 18h30.

Duas unidades abrem para a vacinação aos sábados, domingos e feriados: os postos Mattos Dourado (Bairro Edson Queiroz) e Irmã Hercília (Bairro São João do Tauape).

As unidades disponibilizam tanto as doses monovalentes como as bivalentes. Os imunizantes bivalentes estão atualizados para proteger a população contra as novas variantes do vírus da Covid-19, incluindo as sublinhagens da variante Ômicron.

No Ceará, o aumento do número de casos de Covid-19 pode estar ligada à circulação da subvariante JG.3, que descende da variante EG.5, uma subvariante da Ômicron popularmente conhecida como Éris.

A maioria das pessoas ainda não tomou a dose bivalente, que passou a ser disponibilizada em Fortaleza a partir de fevereiro deste ano. Atualmente, a capital tem apenas 18,94% de cobertura vacinal com as doses bivalentes, conforme dados da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Podem tomar a dose bivalente as pessoas com idade acima de 18 anos e que tenham tomado, pelo menos, duas doses da vacina monovalente. Para isso, a pessoa deve ter recebido a última dose há quatro meses.

Ainda conforme a SMS, podem receber a bivalente as pessoas com comorbidades com idades a partir dos 12 anos e os imunossuprimidos com idades de 12 anos a 17 anos, 11 meses e 29 dias.

Pode tomar com sintomas?

 

As pessoas que estiverem com sintomas gripais podem tomar a vacina normalmente, desde que os sintomas sejam leves, orienta a SMS.

No caso de sintomas gripais graves, as equipes de saúde orientam que a pessoa só tome a vacina depois de 30 dias.

Comente essa notícia