Camaçarí / BA - 25 de Junho de 2022
Publicado em 19/06/2022 16h35

Sete homens morrem e um fica ferido após troca de tiros com policiais militares

.
Por: G1 Bahia

Sete homens morreram e um ficou ferido após uma troca de tiros com policiais no bairro de Águas Claras, em Salvador. De acordo com a Polícia Militar (PM), nove armas de fogo, munições de diversos calibres, carregadores e drogas foram apreendidos durante a ação, ocorrida no sábado (18).

 

À tarde, o Centro Integrado de Comunicação (Cicom), da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), informou que cerca de 30 homens armados trocaram tiros com a polícia, nas imediações da Escola Municipal Francisco Leite. Moradores da região registraram um vídeo em que é possível ouvir diversos tiros, enquanto um helicóptero sobrevoa a região.

 

Na manhã deste domingo (19), a Polícia Militar detalhou a ação. Em nota, disse que agentes receberam denúncias da presença de homens armados em uma região de mata, na localidade conhecida como Condor. Ao chegarem ao local indicado, surpreenderam um grupo de suspeitos, que atiraram na direção dos agentes.

Homens armados trocaram tiros com a polícia em Águas Claras — Foto: Redes Sociais

Houve revide e após a troca de tiros foram encontrados oito feridos, que, segundo a polícia, foram socorridos para o Hospital Eládio Lasserre. Dos oito, sete não resistiram aos ferimentos e morreram, e outro foi medicado e encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. Os nomes deles não foram divulgados.

 

Segundo a Polícia Militar, com o grupo foram encontrados cinco revólveres, sendo três de calibre 38 (um com numeração raspada), quatro pistolas, sendo duas de calibre 9mm, uma .40 e uma 380 (três com numeração suprimida), dois carregadores para armas de fogo, munições de calibres 9mm, .40 e 38, 188 comprimidos de ecstasy, 90 de LSD, 341 pinos de cocaína, 110 frascos de lança-perfume, 16 porções de haxixe e 52 de maconha, além de um balaclava na cor preta.

 

De acordo com a PM, participaram da operação as 3ª, 47ª e 50ª companhias independentes, com apoio do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), do Grupamento Aéreo (Graer), da Operação Gêmeos e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Central. Todo material apreendido foi encaminhado à Corregedoria da corporação, onde a ocorrência foi registrada.

Publicidade

Comente essa notícia