Publicidade
Camaçarí / BA - 25 de Junho de 2022
Publicado em 11/05/2022 11h34

Após aumento do Diesel, Bolsonaro exonera Ministro de Minas e Energia; Adolfo Sachsida assume posto

.
Por: Aratu online

 

Após aumento do Diesel, Bolsonaro exonera Ministro de Minas e Energia; Adolfo Sachsida assume posto

O Ministério de Minas e Energia não está mais sob as ordens do almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque. A demissão foi publicada na edição desta quarta-feira (11/5) do Diário Oficial da União. Em seu lugar, o presidente Jair Bolsonaro nomeou Adolfo Sachsi

De acordo com uma fonte do SBT News, um integrante do setor enegértico informou que a mudança pegou o mercado de surpresa. A fonte destacou ainda que, antes da troca, o então titular da pasta conseguiu nomear dois novos diretores para Operador Nacional do Sistema (ONS).

O desgaste causado pelo aumento do óleo diesel desagradou Bolsonaro que, na última quinta-feira (5/5), reclamou do reajuste.

"Vocês não podem, ministro Bento Albuquerque e senhor José Mauro, da Petrobras, aumentar o preço do diesel. Não estou apelando, estou fazendo uma constatação levando-se em conta o lucro abusivo que vocês têm. Vocês não podem quebrar o Brasil. É um apelo agora: Petrobras, não quebre o Brasil, não aumente o preço do petróleo. Eu não posso intervir. Vocês têm lucro, têm gordura e têm o papel social da Petrobras definido na Constituição", disse.

As críticas vieram poco antes da divulgação do anúncio do lucro de 44,5 bilhões no primeiro trimestre, em contraponto a alta do combustível. "O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem aumentar mais os preços dos combustíveis", reclamou Bolsonaro na época.

Publicidade

Comente essa notícia