Camaçarí / BA - 25 de Junho de 2022
Publicado em 25/04/2022 21h31

Base de Bruno na Câmara deve reunir nesta terça 30 assinaturas em documento contra Geraldo Junior

.
Por: Aratu online

Base de Bruno na Câmara deve reunir nesta terça 30 assinaturas em documento contra Geraldo Junior

A base do prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil), na Câmara Municipal, deve reunir nesta terça-feira (26/04) 30 assinaturas de vereadores em um documento contra o presidente da Casa, Geraldo Junior (MDB).

O documento, conforme apurado pelo Aratu On, é para iniciar uma ação de proporcionalidade na Justiça, visto que vão reunir 2/3 da Casa. A ideia é invalidar as decisões de Geraldo Junior na composição das comissões. Segundo os governistas, o emedebista teria ignorado o Regimento Interno e decidido os nomes de forma monocrática, sem respeitar os ritos da Casa. Inclusive, conforme a acusação, uma comissão teria sido instalada sem o quórum suficiente.

O clima entre o presidente da CMS e os vereadores governistas começou a ficar complicado na sessão que reelegeu o emedebista para um mandato a ser iniciado em 2023. Geraldo Junior publicou a convocação para eleição horas antes, pegou diversos edis de surpresa e quis que a votação fosse feita por aclamação. No dia seguinte, Geraldo Junior, até então integrante da base de Bruno, anunciou que seria o candidato a vice-governador na chapa de Jerônimo Rodrigues (PT), principal rival do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil). A movimentação pegou ainda mais a bancada de surpresa.

Por último, Geraldo Junior mudou todas as comissões permanentes da Casa, e colocou diversos vereadores oposicionistas a ACM Neto nas presidências dos colegiados, com exceção de alguns nomes.

Publicidade

Comente essa notícia