Publicidade
Camaçarí / BA - 25 de Junho de 2022
Publicado em 04/03/2022 07h05

Câmara Matense aprova auxílio para feirantes durante obras do novo Mercado Municipal

Até 284 permissionários serão beneficiados
Por: Visão Diária Ascom

A Câmara Matense aprovou, durante a 1º Sessão Extraordinária do ano, o Projeto de Lei 008/2022, que cria auxílio destinado aos permissionários da Feira Municipal que se encontram em situação de vulnerabilidade em razão das obras do novo Mercado Municipal e que estejam impossibilitados de comercializar seus produtos e serviços no espaço provisório.

O auxílio é mensal no valor de R$ 300,00 por permissionário, a ser pago ao longo de seis meses, podendo ser prorrogado por até igual período e que beneficiará até 284 permissionários, o que representa um impacto de R$ 85.200,00 por mês,  podendo chegar a R$ 1.022.400,00 em um ano.

O presidente da Casa, vereador Neném de Dadinho (DEM), falou sobre os benefícios da obra para a cidade de Mata de São João e o planejamento da obra. "O executivo estudou tudo direitinho, viram o impacto que os feirantes iriam ter e nós dialogamos o tempo todo com eles. Sabemos da necessidade do emprego e esse projeto é uma ajuda, um auxílio. Em outras cidades não houve esse cuidado e aqui o prefeito não vai deixar os feirantes desamparados", disse.

O vereador Jair Bispo (PSDB) enfatizou que o projeto trará os consumidores de volta à Feira. "Hoje muita gente não compra na feira, quando chove tem que usar sombrero, banheiros sem estrutura. O feirante vai ter uma feira digna, criar novos atrativos e as pessoas vão voltar a comprar lá", defendeu.

"Vejo o dia de hoje como solução, com um olhar de esperança! Hoje mais de 90% dos feirantes estão amparados de alguma forma, mas infelizmente não é possível construir um espaço provisório para abrigar bares e restaurantes e nesse sentido teremos o auxílio, para ajudar a pagar por um espaço, reconstruir o negócio, e em 8, 10 meses ter um espaço digno para trabalhar", pontuou o vereador Tiago de Zezo (DEM).

Ele contou ainda, que já a partir de Março a prefeitura começa uma consultoria com o Sebrae para ajudar os profissionais na melhoria dos seus negócios com orientações, cursos, etc.

Aprovado por unanimidade, o projeto é de autoria do executivo e foi votado em regime de urgência especial.

Espaço Provisório

A prefeitura Municipal destinou provisoriamente o Espaço da Alegria para que os permissionários possam exercer suas atividades até o fim da obra, mas o local não dispõe de água e linha de drenagem de esgoto, o que inviabiliza que os comerciantes dos setores de bares, açougues, restaurantes, lanchonetes, mercearias, etc., possam continuar trabalhando, por isso o auxílio foi criado.

Para receber o benefício será necessária a realização de um cadastro na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, que verificará o atendimento aos requisitos necessários à concessão.

Publicidade

Comente essa notícia